Tecnologias e políticas para ampliar a banda larga de internet no Brasil

A consultoria Teleco realizou recentemente um estudo que aponta que o Brasil deve terminar 2009 com 11,8 milhões de acessos à banda larga fixa. Esse número, porém, não significa que as classes mais baixas da população estejam conectadas à internet. Isso porque os custos da banda larga ainda são altos se comparados ao PIB brasileiro. É preciso baixar o custo para incentivar o maior acesso à internet e ampliar a inclusão digital.

A tecnologia já está acompanhando esta necessidade. A Cianet Networking, por exemplo, está desenvolvendo tecnologias em comunicação digital pensando em produtos e serviços que possam alcançar as classes C e D da população. A empresa de Florianópolis acredita que as classes A e B já estão atendidas e o aumento dos acessos se dá principalmente por conta da migração das classes para planos de banda larga ADSL ou Cable para móvel, ou ainda, a adição de pontos de internet. Segundo o diretor-presidente da Cianet, Norberto Dias, a Coreia do Sul, supriu a demanda das classes mais baixas utilizando tecnologias com melhor custo-benefício, como HPNAv3, na qual a Cianet investe.

O governo tem tentado fazer a sua parte, por meio do Fust (Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações) e do Plano Nacional de Banda Larga, que está sendo analisado pelo presidente Lula.

Não acho que esse plano alcance seus propósitos, principalmente, por ser concebido para as grandes operadoras, que possuem tecnologias já utilizadas. O ideal seria que o governo conversasse com pequenas provedoras, que detêm tecnologias alternativas. Hoje, a principal barreira é realmente a banda larga, já que o acesso a computadores já é mais facilitado, com o apoio do governo à produção nacional.

Norberto Dias, diretor-presidente da Cianet

A tecnologia HPNAv3 suporta até uma banda ultralarga (256 Mbs) a preços populares. Um exemplo é o município de Palhoça, que possui condomínios de até 7 mil residências, que oferecem banda larga a preços baixos.

Sobre a Cianet
Cianet NetworkingA Cianet Networking tem como característica o desenvolvimento e inovação em sua linha de produtos voltada para o mercado global, que utilizam tecnologias de ponta e reconhecidas mundialmente. Com uma visão de progresso da internet banda larga para velocidades de até 320 Mbps, a empresa foi a precursora da tecnologia HPNA no Brasil e mantém-se atualizada constantemente nas novidades desta plataforma tecnológica.

Atualmente a empresa tem seus produtos comercializados em 24 estados brasileiros, oferecendo novas possibilidades de atuação e de negócios a provedores de Internet, empresas de telecomunicações, TVs por assinatura e integradores de serviços. Além do portfólio de produtos diferenciados, presta serviços de consultoria local e especializada aos clientes e certifica participantes em todo Brasil com o treinamento sobre a tecnologia HPNA 3.

Autor: Equipe TISC

Os redatores do blog TI Santa Catarina são jornalistas com larga experiência no segmento de tecnologia e inovação. Para sugestões, críticas e comentários, entre em contato conosco.

Compartilhe esta postagem