Futurecom 2011: GVT anuncia triple play para 12 cidades de SC e reduz mensalidade

O tema banda larga tem dominado as discussões das últimas edições da Futurecom. Neste ano não poderia ser diferente. Para acirrar ainda mais este mercado, a GVT aproveitou a edição deste ano do maior evento de telecomunicações e tecnologia da informação da América Latina para anunciar a entrada no mercado de TV por assinatura e reduzir suas mensalidades.

A empresa de telecomunicações carioca anunciou o novo preço do plano de banda larga de 35 Mbps, que agora passa a ter mensalidade de R$99,90 nos pacotes com a primeira TV por assinatura do mercado a usar DTH e IP. E Santa Catarina está contemplada nestas novidades com 12 municípios: Florianópolis, Joinville, Blumenau, Palhoça, Brusque, Criciúma, Itajaí, São José, Balneário Camboriú, Jaraguá do Sul, Içara e Tubarão.

Somente os clientes que optarem pela oferta triple play – telefonia fixa, banda larga e tv por assinatura – terão acesso ao valor de R$ 99,90 por conexão de 35 Mbps. Quem optar pelos pacotes tradicionais de telefonia fixa e banda larga, pagará R$ 199,90 pelo acesso à internet.

A empresa está realizando os ajustes necessários nos sistemas para que o serviço seja disponibilizado aos clientes, o que deve acontecer ainda em setembro.

Entre 2011 e 2016, a empresa projeta crescimento no tráfego de internet na sua base de clientes de pelo menos cinco vezes. O consumo de banda por domicílio cresce na medida em que, além do computador de mesa, vários notebooks, tablets, TVs e outros aparelhos são conectados à rede e compartilham o mesmo acesso.

Em uma residência com um casal e dois filhos adolescentes, enquanto o jovem desafia seu colega em um game online, a garota faz streaming de música, o pai assiste a um vídeo sob demanda e a mãe faz buscas na internet. Essa realidade exige velocidades cada vez maiores de banda larga para que todos os usuários simultâneos na casa tenham a melhor experiência de navegação e consumo de conteúdo.

GVT

O serviço de TV por Assinatura da GVT será lançado comercialmente em outubro baseado em uma solução inédita no Brasil, que reúne satélite para transmissão de canais e rede IP para serviços sob demanda, o que permitirá muito mais interatividade.

Autor: Rodrigo Lóssio

Jornalista formado pela UFSC, especialista em Propaganda e Marketing pela UNIVALI, com MBA em Gestão de Negócios, Mercados e Projetos Interativos pelo I-Group. É sócio-diretor da Dialetto e editor executivo do blog TI Santa Catarina.

Compartilhe esta postagem