TI na gestão pública de SC em debate

Congresso Catarinense de MunicípiosA Federação Catarinense dos Municípios (FECAM) realiza hoje e amanhã a sétima edição do Congresso Catarinense de Municípios. Em paralelo, um seminário irá debater a adoção da tecnologia da informação por administrações públicas, em temas como governo eletrônico, inclusão digital, modernização tributária e gestão das informações.

Temas que estão ligados diretamente às soluções da empresa catarinense IPM Informática Pública Municipal, que tem sede em Florianópolis (SC). A IPM participa dos eventos da FECAM em um estande próprio na ExpoFECAM, que apresenta novidades e soluções voltadas para administrações públicas municipais de Santa Catarina.

Aldo Luiz Mees. Crédito: DivulgaçãoPrefeitos, vice-prefeitos e demais gestores de todo o Estado poderão conhecer casos de sucesso na aplicação de tecnologia para gestão pública municipal.

São soluções que contribuem ativamente para que prefeituras e órgãos municipais possam funcionar melhor, gerir e organizar o fluxo de suas informações de forma eficaz, além de centralizar dados dos cidadãos, dando respostas rápidas às suas demandas.

Aldo Luiz Mees, diretor presidente da IPM

IPMA IPM é responsável pela automação de municípios de todas as regiões do país e tem atuação destacada especialmente no Estado onde mantém sua sede administrativa – Florianópolis – e sua fábrica de software – Rio do Sul. A principal solução que estará em exposição na ExpoFECAM é o Atende.net, o software de gestão pública da IPM. São diversos módulos que permitem, por exemplo, a implantação de ferramentas de governo eletrônico, que oferece às prefeituras a possibilidade de os cidadãos interagirem com a administração pública por meio da internet, emitindo guias e certidões, além de possibilita a consulta de informações.

Um dos módulos que estão demandando mais demonstrações por parte da IPM, e que será um dos destaques na ExpoFECAM, é o business intelligence (BI) da IPM. Ela é uma importante ferramenta que ajuda os gestores na tomada de decisão, tendo acesso a informações de todos os níveis de uma administração. Desde abril deste ano, diversos municípios de Santa Catarina e Paraná já estão adotando a ferramenta. O sistema já é utilizado por mais de 15 e está sendo adotado por municípios de todo o país.

Autor: Rodrigo Lóssio

Jornalista formado pela UFSC, especialista em Propaganda e Marketing pela UNIVALI, com MBA em Gestão de Negócios, Mercados e Projetos Interativos pelo I-Group. É sócio-diretor da Dialetto e editor executivo do blog TI Santa Catarina.

Compartilhe esta postagem