TI catarinense perde Guilherme Bernard, ex-presidente da ACATE

LinkedIn
Empreendedor, professor e líder empresarial, Guilherme deixa grande legado para a TI de Santa Catarina. Foto: Divulgação/ACATE

Empreendedor, professor e líder empresarial, Guilherme deixa grande legado para a TI de Santa Catarina. Foto: Divulgação/ACATE

O setor de tecnologia e inovação de Santa Catarina amanheceu em luto nesta sexta-feira, dia 29 de julho, com a morte nesta madrugada em São Paulo (SP) do empresário Guilherme Godofredo Stark Bernard, aos 52 anos. Um dos fundadores da Reason Tecnologia, que completou 25 anos neste ano, Guilherme liderou como presidente a Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia por duas gestões – 2012 a 2014 e de 2014 até Junho de 2016. Guilherme estava em tratamento em São Paulo e lutava há alguns meses contra um câncer. Ao partir, deixa o filho Gabriel, as filhas Patricia e Michele e a neta Lily, além de sua mãe Yedda.

O sucesso do setor tecnológico no Estado é resultado do trabalho de milhares de profissionais, empresários, parceiros e instituições que colaboraram para o fortalecimento da área de tecnologia em Santa Catarina

Guilherme Stark Bernard (1964-2016)

Trajetória – Guilherme Godofredo Stark Bernard nasceu em 12 de Abril de 1964 na cidade do Rio de Janeiro. Graduado em Engenharia Elétrica no ano de 1988 pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, fez estágio na Fundação CERTI, onde teve início o seu interesse pelo empreendedorismo. Juntamente com Jurandir Paz de Oliveira e Policarpo Batista Uliana fundou a empresa Reason Tecnologia em 1991, focada em soluções de hardware para o setor elétrico. Ganhadora de diversos prêmios de inovação, a empresa tornou-se líder no mercado nacional e abriu unidades nos Estados Unidos e Alemanha. No ano de 2014 a Reason foi vendida para o grupo multinacional francês Alstom, que por sua vez foi adquirido em 2015 pela General Electric.

Foi professor na Universidade Federal de Santa Catarina por 4 anos. Criou ou investiu em diversas outras empresas, entre elas a AQTech, Inovação Tecnologia, Power Opticks, Catamoeda e ProMotion, nas quais atuava como conselheiro e investidor. Conselheiro da FAPESC e do Instituto Internacional de Inovação – i3, exerceu a Presidência da ACATE no mandato 2012/2014, tendo sido reeleito em 2014 para o mandato até junho de 2016.

Legado pela ACATE – Suas duas gestões à frente da ACATE foram marcadas pelo forte incentivo a internacionalização das empresas catarinenses, inclusive compartilhando sua própria trajetória de ter tornado a Reason um player global no segmento de equipamentos para o setor energético. Além disso, ampliou a interiorização da entidade reforçando os convênios com os polos regionais, reforçou parcerias com o Sapiens Parque, articulou a criação da Rede de Investidores Anjo SC e de linhas de financiamento para fomento à inovação nas empresas. Por fim, um dos principais legados foi a concretização em 2015 da nova sede da ACATE, no Centro de Inovação ACATE Primavera, na SC 401, que se consolidou como o principal ambiente de networking, eventos e negócios de tecnologia e inovação de Florianópolis e de Santa Catarina.

Nossos sinceros sentimentos a todos os familiares que, assim como nós na ACATE, desfrutaram do companheirismo, amizade e, sobretudo, de sua forte liderança, ao longo destes anos. Guilherme foi uma figura muito importante para o desenvolvimento do setor tecnológico catarinense

Daniel Leipnitz, atual presidente da ACATE e diretor financeiro nas duas gestões de Bernard.

Em Abril, na celebração dos 30 anos da entidade em evento na ACATE, Guilherme destacou no seu discurso que “O sucesso do setor tecnológico no Estado é resultado do trabalho de milhares de profissionais, empresários, parceiros e instituições que colaboraram para o fortalecimento da área de tecnologia em Santa Catarina”. Nos próximos meses a ACATE lança um livro que registra e resgata a memória das três décadas de existência da entidade.

Despedida – O velório de Guilherme será a partir da noite desta sexta-feira, dia 29, no Cemitério Jardim da Paz (Capela Verde), na SC 401, em Florianópolis (SC). Será velado por 24h a partir da chegada do corpo e está prevista uma homenagem do setor tecnológico a partir das 10h deste sábado no local. A cerimônia de cremação, restrita a familiares, será realizada na segunda-feira no Crematório Catarinense, em Palhoça.

Autor: Equipe TISC

Os redatores do blog TI Santa Catarina são jornalistas com larga experiência no segmento de tecnologia e inovação. Para sugestões, críticas e comentários, entre em contato conosco.

Compartilhe esta postagem