Tecnologia para gestão de clubes e associações

Paula Ramos e Capri Iate Clube

Paula Ramos e Capri Iate Clube

Se você tem uma necessidade de informatização para o seu negócio, Santa Catarina tem a solução. Esta máxima costuma ser reproduzida por líderes empresariais do segmento de tecnologia do Estado para caracterizar a diversidade de empresas de softwares e hardware que aqui encontramos. A seção Made in SC do TI Santa Catarina está buscando e relatando alguns destes cases empresariais.

A de hoje descobri casualmente, ao pagar a mensalidade da academia de natação que freqüento. Por gostar de tecnologia, procuro sempre conhecer os sistemas que as empresas acabam adotando. Vi que eles usavam uma solução personalizada e no comprovante de pagamento vinha a assinatura: Bluware Informática. Depois de uma simples busca no Google achei o site deles: referência nacional de software para gestão de clubes e controle de acesso.

O próprio nome evidencia – a Bluware foi fundada em 1988 na cidade de Blumenau. A empresa, criada por um casal de sócios, já nasceu com o intuito de desenvolver um produto para um mercado específico. Ele, Eduardo Schadrack, engenheiro civil, trabalhava em uma incorporadora, cujo diretor era presidente de um tradicional clube de Blumenau. Sabendo que a mulher de Eduardo, Patrícia, era analista de sistemas, o presidente do clube solicitou que ela desenvolvesse uma solução para gestão da instituição.

Eduardo Schadrack

Eduardo Schadrack

Assim nascia a Bluware – com a saída de Eduardo da incorporadora e o lançamento ao mercado de uma solução para gestão de clubes e associações atléticas. Inicialmente o sistema foi adotado por diversos clientes da região de Blumenau, mas rapidamente os sócios identificaram que a sobrevivência da empresa viria da ampliação para atuação nacional, devido ao nicho que optaram atender.

Em todo o país, do Pará ao Rio Grande do Sul, já são cerca de 100 clubes e associações usuárias do software da Bluware, chamado de Elite Clube. Entres o Paula Ramos Esporte Clube, de Florianópolis, e o Capri Iate Clube, de São Francisco do Sul, em destaque nas fotos. São desde clientes pequenos, com menos de 100 associados, até grandes, que chegam a ter mais de 5 mil sócios. O sistema se adequa às principais necessidades de seus usuários, permitindo o cadastro completo de sócios e controle de suas atividades, por exemplo. Além disso, o software suporta todo o controle financeiro da organização, geração de carteirinhas com código de barras, registro de patrimônio, controle de compras e até reserva das instalações de um clube, como quadras esportivas, salões de festas, dentre outros.

Elite Clube, da BluwareA empresa optou por modular seus sistemas, atendendo desde pequenos clubes, até maiores, estruturados, com serviços diferenciados. O controle de consumo para bares, lojas e restaurantes dos clubes é um deles. A gestão de embarcações em iates clubes, por exemplo, foi outro sistema desenvolvido. Fundada numa época que a internet ainda não estava tão difundida, a empresa investiu recentemente no desenvolvimento de uma interface web em que os associados podem consultar e alterar dados pessoais, reservar dependências, consultar contas a pagar e emitir boletos de cobrança.

Atualmente, estamos seguros em declarar que não existe no mercado nacional uma solução tão abrangente quanto a nossa e que também somos a empresa, deste segmento, que possui a maior abrangência geográfica. Temos um enorme potencial de crescimento, especialmente em função de nossa experiência e referências. O que precisamos agora é apenas alavancar mais recursos financeiros para podermos nos firmar como uma das maiores empresas fornecedoras de soluções especificas do mercado nacional.

Eduardo Schadrack, diretor da Bluware

Entre os próximos passos da empresa está a internacionalização dos seus sistemas e a conquista de clientes na América do Sul e na Europa. No velho continente a empresa já tem uma operação de prospecção, com uma estrutura em Portugal, dentro do Parkurbis Gene, um agrupamento internacional de empresas de tecnologia brasileiras e portuguesas.

Autor: Rodrigo Lóssio

Jornalista formado pela UFSC, especialista em Propaganda e Marketing pela UNIVALI, com MBA em Gestão de Negócios, Mercados e Projetos Interativos pelo I-Group. É sócio-diretor da Dialetto e editor executivo do blog TI Santa Catarina.

Compartilhe esta postagem