Seis empresas recebem Pappe Subvenção

FapescNa última quarta-feira, seis pesquisadores beneficiados pelo Pappe Subvenção assinaram contratos para receber financiamento do programa executado pelo Sebrae-SC e FAPESC. Inovar no diagnóstico da tuberculose, desenvolver uma tecnologia de reciclagem química de plásticos para produzir combustíveis e remover gorduras para facilitar o tratamento de efluentes de frigoríficos são os objetivos de três projetos selecionados pela chamada pública do Programa de Subvenção à Inovação em Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina. Outros três projetos de inovação foram beneficiados, totalizando cerca de R$ 1,5 milhão em recursos não reembolsáveis.

Ainda neste mês serão liberados os recursos iniciais para tornar realidade suas metas e alavancar os negócios de três empresas da Grande Florianópolis, duas de Blumenau e uma de Caçador. A partir do repasse dos recursos, de até R$ 300 mil por projeto, seus autores terão até 18 meses para concretizá-los.

Durante este período, haverá visitas técnicas e auditorias, sem falar que os empresários devem prestar contas de cada parcela recebida e fazer relatórios finais.

Urandi Flores Boppré, da Gerência de Inovação e Acesso à Tecnologia do Sebrae-SC

Viabilizar esse salto qualitativo em pequenas e médias empresas é o propósito do programa conhecido como Pappe Subvenção, que disponibilizará R$ 9,5 milhões em recursos não reembolsáveis para 37 empresas catarinenses. Destes, aproximadamente R$ 6,5 milhões virão da Financiadora de Estudos e Projetos; R$ 1,5 milhão, do Sebrae/SC; e o restante da Fapesc.

Se nosso país quiser mesmo ser soberano, não basta entrar em Conselhos Mundiais; tem que produzir conhecimento e inovação também.

Prof. César Zucco, diretor de Pesquisa Científica e Tecnológica da Fapesc .

SEBRAEConfira os contratos que terão supervisão do Sebrae-SC:

  • Reator de bioaumentação para remoção de gorduras no sistema de tratamento de efluentes de frigoríficos da Umwelt, de Blumenau. Valor da subvenção: R$ 183.770,00;
  • Diagnóstico da tuberculose pulmonar a partir da detecção do Mycobacterium tuberculosis em amostras de swab bucal da Genolab – Laboratório de Análises Genéticas, Imunogenéticas, Clínicas, Pesquisas e Vacinas, de Blumenau. Valor da subvenção: R$ 293.500,00;
  • Plataforma para gestão inteligente da medição nas redes elétricas de distribuição da empresa Way2 Serviços de Tecnologia, de Florianópolis. Valor da subvenção: R$ 280.00,00;
  • Reciclagem química de plásticos para produção de combustíveis da empresa Sul Formato Componentes Plásticos, de Caçador. Valor da subvenção: R$ 212.300,00;
  • Desidratação catalítica do glicerol visando um insumo para a síntese de produtos de interesse da indústria de aromas e sabores da Quimsar Química Fina, de Palhoça. Valor da subvenção: R$ 285.000,00;
  • Sistema óptico para medição 3D de superfícies brunidas de cilindros de motores da Photonita, de Florianópolis. Valor da subvenção: R$ 299.178,00.

Com informações da assessoria de imprensa da FAPESC

Autor: Equipe TISC

Os redatores do blog TI Santa Catarina são jornalistas com larga experiência no segmento de tecnologia e inovação. Para sugestões, críticas e comentários, entre em contato conosco.

Compartilhe esta postagem