Startup Farm acelera empreendimentos digitais em SC

A cena empreendedora brasileira na área digital tem despontado nos últimos anos. De olho nas possibilidades de crescimento da internet no país, chega ao Brasil um modelo inédito de aceleração de empresas pontocom. O Startup Farm é um programa de aceleração de startups digitais, inspirados em iniciativas similares do Vale do Silício, nos EUA, que auxilia empreendedores a executarem seus negócios, através de aconselhamento e mentorias com especialistas experientes, dinâmicas, palestras e ferramentas de gestão em um processo hiper intensivo com duração de 10 dias.

A partir do dia 14 de julho, cerca de 40 empreendedores selecionados trabalharão juntos no espaço de coworking SmartMob, no centro da capital catarinense.

A experiência do Startup Farm é incrível! Durante 10 dias corridos, os empreendedores trabalham juntos em um espaço de co-working durante o dia, enquanto tem a oportunidade de receber mentorias de grandes especialistas e empreendedores de sucesso brasileiros. À noite, trabalhamos temas para ajudar na gestão do negócio, através de dinâmicas, depoimentos e oficinas vivenciais. Tudo é muito dinâmico e prático, num modelo de educação empreendedor e diferenciado! Ao final do programa, os projetos se apresentam para uma banca de investidores.

Felipe Matos, idealizador do programa e sócio-fundador do Instituto Inovação

O Startup Farm conta com patrocínio do Sebrae e apoio de empresas como Microsoft, Google, IBM, Buscapé, Peixe Urbano, dentre outros. Na primeira edição do programa, realizada em agosto do ano passado, uma das startups participantes, O Entregador – um sistema para delivery de comida online – foi adquirida pelo site de compras coletivas Peixe Urbano. Outra, a Wabbers, sistema que mostra o transito em tempo real no smartphone, recebeu investimentos da Inova Ventures. Nas 5 edições já realizadas, 6 empresas participantes receberam investimentos que somam R$ 4 milhões de reais, através de contatos obtidos no programa.

Para participar da edição de Florianópolis, os empreendedores devem se inscrever para a o processo seletivo através do site, até dia 11/07. A empresa pode estar em fase inicial, ainda no estágio da elaboração da ideia. O programa começa dia 14/07 e se encerra dia 23/07 com um evento aberto para a comunidade, o Demo Day, quando as empresas se apresentam. A participação custa R$ 2.200,00 por empresa, que pode ter até 3 empreendedores participantes.

Autor: Rodrigo Lóssio

Jornalista formado pela UFSC, especialista em Propaganda e Marketing pela UNIVALI, com MBA em Gestão de Negócios, Mercados e Projetos Interativos pelo I-Group. É sócio-diretor da Dialetto e editor executivo do blog TI Santa Catarina.

Compartilhe esta postagem