SC quer promover cultura exportadora em TIC

LinkedIn

Em breve, as empresas catarinenses passarão a ser referência em exportação de produtos e serviços de tecnologia da informação e comunicação. Pelo menos é o que pretende um projeto executado pelo Governo Federal em Santa Catarina.

PEIEXO Arranjo Produtivo Local de TIC de Santa Catarina foi selecionado para receber recursos do Projeto Extensão Industrial Exportadora (PEIEx), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Até maio de 2010, o PEIEx envolverá diversas ações para incrementar a competitividade e promover a cultura exportadora em micro, pequenas e médias empresas integrantes do APL catarinense. Empresas interessadas já podem entrar em contato para aderir ao projeto.

O programa tem também o objetivo de ampliar o acesso das empresas a produtos e serviços de apoio disponíveis nas instituições de governo e do setor privado. Outra proposta do PEIEx é introduzir melhorias técnico-gerenciais e tecnológicas nas empresas e contribuir para a elevação dos níveis de emprego e renda. O projeto envolve ainda a promoção da capacitação para a inovação e o estímulo para a cooperação entre as empresas e instituições de apoio.

O PEIEx existe há 11 anos e já atendeu a mais de cinco mil empresas, em diversos estados brasileiros. Em Santa Catarina, o responsável pela coordenação do programa é o Instituto Gene, de Blumenau. A Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (ACATE) está apoiando o projeto e incentivando a adesão de suas associadas. No Estado, nove profissionais estão dedicados à execução do projeto. Esses profissionais, chamados técnicos extensionistas, são responsáveis pelas ações do PEIEx dentro das empresas. Essa equipe já está em contato com diversas empresas para apresentar o projeto.

Como funciona

Após uma reunião de apresentação do PEIEx, as empresas interessadas em participar assinam um termo de adesão. A partir daí, o projeto envolve três etapas: mapa estratégico, implantação e avaliação. Na fase do mapeamento estratégico, é feita a identificação dos pontos fortes e dos pontos a melhorar de todas as áreas funcionais da empresa. Com base nesses dados, é elaborado um plano de atendimento de melhorias, que envolve o estabelecimento de um cronograma de implantação, capacitação dos responsáveis, acompanhamento das ações e avaliação.

Com essas ações, o PEIEx contribui para identificar o estágio tecnológico das empresas e para organizar a gestão e os processos produtivos das empresas, incentivando a qualidade e a busca contínua de melhorias, incluindo o foco em exportações. O programa também capacita empresários e colaboradores para uma nova realidade de concorrência internacional, mediante um trabalho prático e individualizado.

A adesão ao PEIEx não gera nenhum custo para empresas, uma vez que todos os recursos são providos pelo MDIC. Além disso, todos os envolvidos assinam termo de confidencialidade das informações obtidas nas empresas, que não são usadas para outros objetivos além dos propostos pelo programa. O número de empresas participantes é limitado e por isso o atendimento será por ordem de adesão.

Como participar

A equipe do PEIEx em Santa Catarina já está em contato com algumas empresas para apresentar o projeto. Mas as empresas interessadas em aderir podem entrar em contato com a equipe através do e-mail peiex@institutogene.org.br e pelos telefones (47) 3321 7808 e (48) 3231 4119.

Com informações da assessoria de imprensa da ACATE

Autor: Rodrigo Lóssio

Jornalista formado pela UFSC, especialista em Propaganda e Marketing pela UNIVALI, com MBA em Gestão de Negócios, Mercados e Projetos Interativos pelo I-Group. É sócio-diretor da Dialetto e editor executivo do blog TI Santa Catarina.

Compartilhe esta postagem