Floripa TICs Fórum: como os hackers escolhem seu alvos

LinkedIn

FloripaTICSO crescimento dos ataques cibernéticos por meio de hackers, em busca de vulnerabilidades de sistemas, esteve em destaque durante a tarde desta terça no Floripa TICs Fórum, evento da Dígitro que acontece na capital catarinense até esta quarta. O tema foi abordado pelo diretor da Trustwave SpiderLabs para a América Latina, Luiz Eduardo dos Santos, apresentando dados do Relatório Global de Segurança, além das princpais características dos ataques.

Santos apresentou uma visão geral de como o mercado de segurança está sofrendo com os mais diversos tipos de ataques. Atualmente, os principais países alvos dos hackers criminosos são os Estados Unidos, com 73% dos ataques, seguido de Austrália, Canadá, Reino Unido e o Brasil, como quinto mais visado. A origem dos ataques tem a Romênia na primeira colocação, seguido dos Estados Unidos, Ucrânia e China.

Luiz Eduardo dos Santos, Trustwave. Crédito: site Floripa TICs FórumO crescimento dos ataques é constante e as aplicações de ecommerce são hoje o alvo número um. Outra tendência está nos dispositivos móveis, para onde cada vez mais são criados malwares que abrem vulnerabilidades nos equipamentos. Websites e emails são os principais vetores de ataques utilizados e a auto deteccão de ataques ainda é muito lenta.

Luiz Eduardo dos Santos, diretor da Trustwave SpiderLabs para a América Latina

A Trustwave SpiderLabs atua no levantamento de dados e inteligência de ameaças neste mercado de segurança da informaçao. São contratados para entender e ter respostas a incidentes e investigações forenses, varredoras de vulnerabilidades em aplicações, investigações de ataques e aplicacão web, além da análise de sites web com conteúdo malicioso e testes de intrusões.

Autor: Rodrigo Lóssio

Jornalista formado pela UFSC, especialista em Propaganda e Marketing pela UNIVALI, com MBA em Gestão de Negócios, Mercados e Projetos Interativos pelo I-Group. É sócio-diretor da Dialetto e editor executivo do blog TI Santa Catarina.

Compartilhe esta postagem