Estudantes criam aplicativo para ajudar no combate à dengue

Plataforma foi criada pela startup Game Developers SC, formada por um grupo de alunos da Estácio de Sá, e estimula denúncias de focos de mosquito e casos suspeitos

 

sc_dengueCom o objetivo de diminuir o número de casos de dengue, a startup Game Developers SC, formada por um grupo de alunos da Universidade Estácio de Sá, desenvolveu o aplicativo online gratuito SC Contra a Dengue em que a população pode denunciar, via celulares, tablets e computadores, focos de mosquitos e casos suspeitos da doença na cidade onde vive. Por meio das ações colaborativas das pessoas, a plataforma tem a proposta de fornecer informações em tempo real para a vigilância sanitária e outros órgãos públicos que devem tomar tomadas atitudes preventivas e corretivas para o combate da dengue.

 

Para tornar-se um colaborador do projeto SC Contra a Dengue, a pessoa deve acessar o site e fazer um cadastro. O conjunto das denúncias feitas pelos cidadãos formará um mapa em que será possível visualizar onde há suspeitas da doença e onde existem mosquitos transmissores. A partir disso, a proposta é que os agentes sejam enviados às localidades para fazer o controle dos insetos e orientar a população.

 

“Se essa ferramenta for bem utilizada, ela pode se tornar a chave para se ter controle da dengue em Santa Catarina e otimizar o trabalho dos agentes de endemias. A larva do mosquito da dengue leva sete dias para eclodir, sendo assim a informação tem de ser rápida. Com o aplicativo desenvolvido, isso é online”

Juliano Cristian, desenvolvedor do SC Contra a Dengue

 

A startup Game Developers também está desenvolvendo um serious game educativo e gratuito para conscientizar as pessoas sobre a importância do combate da dengue. Mais informações sobre o projeto podem ser acessadas no site: www.sccontraadengue.com.br

 

Autor: Equipe TISC

Os redatores do blog TI Santa Catarina são jornalistas com larga experiência no segmento de tecnologia e inovação. Para sugestões, críticas e comentários, entre em contato conosco.

Compartilhe esta postagem