Empresa catarinense acelera no Vale do Silício

Plug and Play Tech CenterA SocialBase, startup de Santa Catarina, foi selecionada pelo programa de aceleração da Plug and Play Tech Center, baseado no Vale do Silício, durante um período de três meses. O programa, que já preparou e investiu em grandes negócios, como a Paypal, é voltado a empresários que pretendem compreender os potenciais de suas empresas e que buscam oportunidades de desenvolvimento de negócios, investimentos, consultorias e parcerias estratégicas. Dentre os fundos de investimento parceiros da Plug and Play estão o Accel Partners, Sequoia Capital e Menlo Ventures, que já investiram em empresas como Facebook, Groupon, Instagram e Skype.

A oportunidade para participação no programa surgiu em setembro, quando a SocialBase venceu a etapa estadual da 7ª edição do Desafio Brasil, tradicional competição de startups de base tecnológica promovida pela FGV, com o apoio do Sebrae e do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Segundo o COO da GVcepe – FGV, Adalberto Brandão, é a primeira vez que o Desafio Brasil oferece este prêmio, o qual considera o mais importante da competição.

A aceleradora vê um caminho de sucesso para a SocialBase, por conta da crescente adoção de ferramentas sociais em empresas. Temos percebido um grande foco da comunidade de investidores e empresas grandes do Vale do Silício nas startups brasileiras. Selecionamos a SocialBase por razões claras: eles contam com uma equipe forte, um produto que vem crescendo no número de clientes e que é bem adaptável às diferentes formas de interação e colaboração nas empresas.

Fernando Gouveia, gerente de Relações Internacionais da Plug and Play

Radamés MartiniO Vale do Silício é referência mundial de inovação em tecnologia e modelos de negócio. Ser selecionado para o programa de uma das melhores aceleradoras do mundo é com certeza uma oportunidade única para nossa empresa e por isso vamos aproveitar ao máximo. O network que será feito durante a aceleração irá abrir portas não só para a SocialBase, mas também para Santa Catarina como um todo, pois a Plug and Play atua como investidora em diversas empresas.

Radamés Martini, diretor executivo da SocialBase

A startup catarinense pretende expandir e internacionalizar sua atuação, começando pela América Latina e seguindo para EUA e Europa. O diretor executivo da SocialBase destaca que a rede social corporativa desenvolvida pela organização já está consolidada e em uso em mais de 1.400 empresas e a intenção é acelerar esta expansão e ganhar mercado mais rapidamente. Para isso, eles esperam ter acesso aos melhores mentores e técnicas do mundo, que atualmente estão no Vale do Silício, onde a disponibilidade de capital para investimento é maior do que no Brasil.

Aceleração
Durante a primeira semana do programa, a SocialBase irá participar de um workshop com duração de três dias para introduzir os empresários no ambiente de negócios do Vale do Silício. Essa atividade, que irá possibilitar aos participantes ter uma visão global do Vale do Silício, abrange temas como o processo de investimento, estudo de casos de startups e implicações legais e contábeis, entre outros. Os participantes também terão a oportunidade de criar uma rede de contatos com empresários da comunidade do Vale do Silício, que tiveram sucesso em outros negóciosde base tecnológica.

Durante o programa, a empresa terá acesso a recursos estratégicos da Plug and Play, inclusive oportunidade para levantamento de investimento externo. A aceleradora também irá viabilizar oportunidades de negócios com parceiros corporativos e do setor de tecnologia, além de coaching e consultoria.

Autor: Rodrigo Lóssio

Jornalista formado pela UFSC, especialista em Propaganda e Marketing pela UNIVALI, com MBA em Gestão de Negócios, Mercados e Projetos Interativos pelo I-Group. É sócio-diretor da Dialetto e editor executivo do blog TI Santa Catarina.

Compartilhe esta postagem