Clínica catarinense adota RFID na área médica

Gt Cabinet

Gt Cabinet

Soluções que utilizam etiquetas de identificação por rádio frequência começam a se tornar comuns também aqui no Brasil. Em segmentos que trabalham com logística – transporte e armazenagem, por exemplo – tem se beneficiado diretamente. O chamado RFID (Radio-frequency Identification) já é utilizado por um supermercado modelo em São Paulo na identificação de vinhos na adega do estabelecimento.

O custo para implantação de projetos nesta área, em larga escala, ainda dificulta a disseminação desta tecnologia, mas os primeiros casos de sucesso, com viabilidade econômica, começam a aparecer. Na área médica, Santa Catarina aparece com o primeiro case desenvolvido por uma empresa de tecnologia de Palhoça (SC) – a Gtt (goods that talk).

A clínica Coris Medicina Avançada, de Florianópolis, adotou uma solução de RFID para gerenciar um estoque consignado de produtos médicos com alto custo, utilizados para implantação em pacientes. Por meio de um produto chamado Gt Cabinet, desenvolvido pela Gtt, a Coris se beneficia das etiquetas inteligentes para monitorar dispositivos como órteses, próteses e medicamentos especiais.

Cada produto leva uma etiqueta de identificação que permite organizar os produtos por tamanhos, grupos de dispositivos, fabricantes ou tipo de procedimentos. A localização dos produtos no ambiente onde estão armazenados fica facilitada também, por conta da tecnologia que permite identificar de onde os sinais de radiofrequência estão sentido emitidos.

A tecnologia pode gerar uma economia de tempo, aumentando a capacidade diária de atendimento em clínicas e hospitais. Atualmente, a Coris realiza até sete procedimentos diários na sala de hemodinâmica, onde foi implantado o equipamento de monitoramento. Pretendemos otimizar o trabalho na clínica, oferecendo inovação com benefícios diretos aos pacientes, reduzindo também os custos com os fornecedores.

Pierre Galvagni Silveira, diretor da Coris

Segundo a empresa catarinense de tecnologia, este é primeiro sistema do país com esta finalidade.

A implantação do sistema representa um avanço para a Gtt no desenvolvimento de soluções médicas com base na plataforma RFID. O sistema de identificação por rádio freqüência pode ser aplicado para qualquer necessidade e a Gtt poderá desenvolver soluções para atender os mais diversos segmentos, que exigem alto controle e precisão de informações.

Guido Dellagnelo, diretor-executivo da Gtt

Gtt Goods that talkSobre a Gtt – Goods that talk

A Gtt é uma empresa catarinense com expertise no desenvolvimento de soluções inteligentes que integram produtos utilizando a plataforma RFID. A empresa atua de forma verticalizada em seus segmentos de atuação, atendendo todos os agentes que compõem esta cadeia e com isso oferecendo a informação completa. Acesse www.gtt.com.br.

Com informações da assessoria de imprensa da Gtt

Autor: Rodrigo Lóssio

Jornalista formado pela UFSC, especialista em Propaganda e Marketing pela UNIVALI, com MBA em Gestão de Negócios, Mercados e Projetos Interativos pelo I-Group. É sócio-diretor da Dialetto e editor executivo do blog TI Santa Catarina.

Compartilhe esta postagem