Catarinense ATAR lança primeiro wearable de pagamento do país

LinkedIn
Mike, Orlando e Luiz: os amigos que queriam dar um fim à carteira criaram tecnologia inédita no país

Mike, Orlando e Luiz: os amigos que queriam dar um fim à carteira criaram tecnologia inédita no país

A ATAR, startup com sede em Timbó, lançou nesta quarta-feira (18.05) o WearATAR, e-commerce do primeiro wearable de pagamento desenvolvido no Brasil. A ideia surgiu em 2014, de um papo entre os amigos Orlando Purim Junior, Mike Allan e Luiz Fernando Heidrich, que queriam “dar um fim” aos inconvenientes dos meios tradicionais de pagamento – esquecer a carteira, o dinheiro, cartões etc, como eles destacam no vídeo de apresentação da empresa.

 

A proposta dos amigos – que se tornaram sócios na ATAR – era criar um produto que qualquer pessoa pudesse vestir para fazer pagamentos. Desse insight surgiu a ATAR Band, pulseira à prova d’água e sem uso de bateria. Para fazer um pagamento, basta aproximá-la da máquina de cartão e digitar a senha, sem precisar da carteira. Ela funciona por meio da tecnologia de transmissão de dados sem fio por aproximação (NFC). O acessório vestível é integrado a um aplicativo mobile, que permite ao usuário receber notificações a cada compra e acompanhar o histórico de pagamentos. A pulseira funciona com crédito pré-pago, com valor definido pelo usuário e que é carregado por meio de aplicativo – após a operação, é gerado um boleto que pode ser pago pelo internet banking.

 

“Queremos ajudar as pessoas a se livrarem de carteira, cartões e moedas e melhorar a experiência de compras e pagamentos presenciais, trazendo mais rapidez, simplicidade e segurança”

Orlando Purim Junior, CEO da startup.

Depois de participar do Programa StartupSC e apresentar a pulseira ATAR Band no Tech Crunch Disrupt 2015 – chamando a atenção de executivos de bancos de vários países – o wearable passou pelo grande teste de validação durante o InovaBRA, programa de inovação criado pelo Bradesco para apoiar projetos arrojados de startups com soluções aplicáveis ou adaptáveis ao setor financeiro. A ATAR já recebeu R$ 1 milhão em aportes e ganhou oito prêmios como reconhecimento pela inovação e alto potencial de crescimento.

 

 

Compartilhe esta postagem