Intelbras busca liderança em centrais telefônicas de médio porte

A catarinense Intelbras está adotando novas estratégias na comercialização das centrais Impacta de médio porte. O objetivo é aumentar a participação de mercado da empresa nesse segmento de produtos e chegar à liderança.

Entre as iniciativas estão a promoção de campanhas de vendas junto a distribuidores e a redução do custo dos equipamentos em todo o território nacional. Além disso, a empresa investe no treinamento de seus canais, promovendo eventos de capacitação em como São Paulo (SP), São José (SC), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Recife (PE), Brasília, Curitiba (PR) e Porto Alegre (RS).

A empresa se prepara para o crescimento do mercado de tecnologia baseado em protocolo de internet (IP). A sinalização do crescimento desse setor já é uma realidade. A Intelbras está se preparando, oferecendo produtos que atendam a essa demanda.

Jorge Grunschy, diretor da Unidade de Telecomunicação Corporativa da Intelbras

Lançamento
O investimento em pesquisas e tecnologia também faz parte das estratégias adotadas com o objetivo de melhorar o share da empresa. Nesse sentido, a Intelbras acaba de lançar a placa ICIP, solução que amplia os ramais e promove a integração perfeita entre os sistemas de telefonia analógico, digital e IP. O equipamento aumenta a capacidade das centrais Impacta 94, 140 e 220 para até 120 ramais IP e até 30 troncos IP.

Com informações da assessoria de imprensa da Intelbras

Autor: Rodrigo Lóssio

Jornalista formado pela UFSC, especialista em Propaganda e Marketing pela UNIVALI, com MBA em Gestão de Negócios, Mercados e Projetos Interativos pelo I-Group. É sócio-diretor da Dialetto e editor executivo do blog TI Santa Catarina.

Compartilhe esta postagem