Florianópolis ganha novo parque tecnológico

Parque Tecnológico ACATE, na SC 401. Crédito: Rodrigo Lóssio

O crescimento do setor de tecnologia da informação e comunicação na capital catarinense tem incentivado a criação de condomínios voltados para a instalação de negócios do segmento. De 30 a 40 novas empresas são abertas ou migram para o município de Florianópolis anualmente.

O Condomínio Industrial de Informática (CII), na Trindade, está ganhando mais um prédio e em julho será inaugurado um novo parque voltado para as empresas de tecnologia, numa parceria da Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (ACATE) com o Corporate Park, empreendimento da Rá Incorporadora situado SC 401, no bairro Santo Antônio de Lisboa. O espaço para as empresas de tecnologia se chamará Parque Tecnológico ACATE.

Infraestrutura para empresas de TI. Crédito: Rodrigo Lóssio

Infraestrutura para empresas de TI

Seis empresas de tecnologia já estão se instalando no parque: Paradigma, Wplex, Segware, Seventh, Ajude e APD Processamento de Dados. O empreendimento oferece salas de 100 a 600 m2, com toda a infraestrutura necessária para as empresas, como cabeamento para internet, central telefônica e possibilidade de instalação de ar condicionado split. Além disso, o Corporate Park conta com mais de 400 vagas cobertas de estacionamento, dois cafés e um restaurante, centro de eventos com auditório, salas de reunião e de treinamento, academia de ginástica e segurança privativa.


Visualizar Instituições do setor tecnológico de Santa Catarina em um mapa maior

As empresas de tecnologia da Capital terão mais um ambiente propício para interagirem, trocarem informações e desenvolverem seus negócios. A ampliação da oferta de espaços como este atendem os anseios das empresas, que estavam encontrando dificuldades de manterem suas instalações em condomínios na parte insular de Florianópolis.

Felipe Didoné, diretor da Rá Incorporadora.

A oferta de espaços adequados para que as empresas de tecnologia criadas em Florianópolis cresçam e permaneçam no município foi uma das metas estipuladas pela atual diretoria da ACATE.

A SC 401 tende a se tornar a rota da tecnologia e da inovação em Florianópolis, já que temos o Parque Tecnológico Alfa no início da rodovia, o Corporate Park em Santo Antônio de Lisboa e o Sapiens Parque ao final, em Canasvieiras. Além dos parques, a rodovia que liga a área central da cidade às praias do Norte da ilha possui ainda instituições de ensino como a UNIVALI, o SENAI/CTAI e a ASSESC. Entre os projetos está também a possibilidade de criação de uma incubadora de empresas de tecnologia, em parceria com outras instituições.

Rui Luiz Gonçalves, presidente da ACATE

CII, na Trindade

Por meio da parceria entre o Corporate Park e ACATE, associadas a entidade terão descontos nos aluguéis dos espaços. A própria Associação terá uma sala no empreendimento voltada para a equipe de projetos. A sede da instituição permanecerá no bairro Trindade, no Condomínio Industrial de Informática que, inclusive, está sendo ampliado com a construção de mais um prédio aos fundos do terreno, próximo ao Terminal Integrado da Trindade.

Atualmente no condomínio onde a ACATE está instalada há uma espera por espaço de 30 empresas. A previsão é que o novo prédio seja entregue em 2010.

A proximidade do Centro de Florianópolis e principalmente da Universidade Federal de Santa Catarina, principal celeiro de mão-de-obra para as empresas, faz com que muitas delas ainda desejem ter suas sedes no bairro.

Jamile Sabatini Marques, diretora executiva da ACATE

Autor: Rodrigo Lóssio

Jornalista formado pela UFSC, especialista em Propaganda e Marketing pela UNIVALI, com MBA em Gestão de Negócios, Mercados e Projetos Interativos pelo I-Group. É sócio-diretor da Dialetto e editor executivo do blog TI Santa Catarina.

Compartilhe esta postagem