Controle de patrimônio com RFID no SENAI/SC

Protótifo RFID

Protótipo RFID

Uma pesquisa realizada por professores da unidade do SENAI/SC em Joinville comprovou a eficácia da transmissão de dados por radiofrequência em substituição ao sistema de controle de patrimônio por código de barras, hoje utilizado por muitas empresas. Apesar do recurso exigir maior investimento, os autores do estudo mostraram os ganhos com segurança e durabilidade. Esse será um dos projetos expostos na Mostra Inova SENAI, que será realizada em Joinville de 26 a 30 de outubro.

A tecnologia de Identificação por Rádio Freqüência (RFID, na sigla em inglês) permite a transmissão dos dados contidos nas etiquetas dentro de um grande campo de leitura, que chega a 30 metros de raio. Enquanto isso, as tradicionais etiquetas com código de barras exigem que o leitor esteja próximo. A partir dessa vantagem, a equipe do SENAI/SC analisou os equipamentos existentes no mercado e realizou testes com as etiquetas RFID dentro das instalações da unidade de Joinville.

Os pesquisadores desenvolveram dois kits para controle patrimonial: um para fazer o inventário dos equipamentos da unidade, de uso periódico, e outro para o controle em tempo real. Eles também criaram o software para gestão dos materiais das salas e laboratórios do SENAI.

As etiquetas RFID são mais resistentes que as metálicas, principalmente em ambientes quentes ou úmidos. Com a possibilidade de controle em tempo real, é possível colocar leitores RFID nos acessos aos laboratórios e identificar furtos de objetos na hora em que acontecem. Por outro lado, em alguns casos não foi possível a leitura das etiquetas quando colocadas dentro de recipientes feitos de metal.

Professor Dieison Grumovski, um dos autores do projeto

O projeto de uso de RFID para controle patrimonial, juntamente com outras 17 boas ideias, serão apresentados ao público na etapa estadual da Mostra Inova SENAI, realizada entre os dias 26 e 30 de outubro, em Joinville. A mostra incentiva o desenvolvimento da atitude inovadora de alunos e docentes e promove o intercâmbio técnico-científico com a comunidade industrial.

Com informações da assessoria de imprensa do SENAI/SC

Autor: Rodrigo Lóssio

Jornalista formado pela UFSC, especialista em Propaganda e Marketing pela UNIVALI, com MBA em Gestão de Negócios, Mercados e Projetos Interativos pelo I-Group. É sócio-diretor da Dialetto e editor executivo do blog TI Santa Catarina.

Compartilhe esta postagem