Como exportar tecnologia de Santa Catarina

LinkedIn

Exportação. Crédito: SXC.huUm evento nesta terça, em Florianópolis, na Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (ACATE) irá responder o título deste post. Os principais programas existentes atualmente no Brasil para apoio e estímulo à internacionalização de empresas catarinenses de tecnologia da informação e comunicação serão apresentados em um evento gratuito.

Este ano, apesar do impacto da crise financeira, as exportações brasileiras de software e serviços cresceram cerca de 36% em relação a 2008, quando o mercado contabilizou U$ 2,2 bilhões para a Balança Comercial, de acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom).

Apesar do balanço positivo para o setor de tecnologia, a crise passou a exigir mais preparação para as empresas que atuam ou pretender atuar no mercado externo. Nesse momento, a informação é um importante diferencial.

O evento tem como objetivo apresentar os diversos projetos, iniciativas e ferramentas de apoio à internacionalização de empresas de tecnologia existentes no Brasil e em Santa Catarina e oferecer aos participantes uma oportunidade única de relacionamento e capacitação, relativamente ao processo de internacionalização de suas empresas.

Ivan Boeing, consultor regional do programa Brazil IT e profissional com mais de 25 anos de experiência e internacionalização

O Brazil IT será um dos programas apresentados no evento. Iniciativa financiada pela Agência de Promoção de Exportação e Investimentos (APEX/BRASIL), elaborada e executada pela Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (SOFTEX), o programa é aplicado em Santa Catarina pela ACATE. O projeto estimula a criação de competências para promover as exportações brasileiras de tecnologia e oferece benefícios como consultoria para apoio à geração de negócios, montagem de banco de dados sobre oportunidades comerciais em software e serviços, elaboração de pesquisa de mercado e posicionamento de produtos e apoio à produção de material de marketing, à internacionalização e à localização de produtos e serviços.

O Projeto de Promoção da Internacionalização de Pequenas e Médias Empresas Catarinenses, executado pelo Escritório de Negócios Internacionais (ENI), será outro programa apresentado. Outro programa voltado para empresas de menor porte que será apresentado no evento é o Emerging Players, resultado de uma parceria entre a Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec) e a APEX. A proposta é implementar um programa de promoção de exportações e de investimentos que impulsionem a capacidade de geração de negócios das empresas de tecnologia.

A Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC) irá explicar o funcionamento do Start Export, programa pioneiro no Brasil, implementado em 2004 e oferece suporte para indústrias catarinenses que são iniciantes na exportação – eventuais exportadoras, exportam de forma contínua volumes reduzidos ou que ainda não exportam, mas que têm a exportação em seu planejamento para os próximos anos. As empresas catarinenses também poderão conhecer melhor o Projeto Extensão Industrial Exportadora (PEIEX), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). O Banco do Brasil também irá apresentar no evento as linhas de financiamento disponíveis para exportação. E a AIESEC Florianópolis irá explicar como funciona o seu programa de intercâmbio profissional.

O evento ainda trará palestra com o especialista Robert Janssen, co-responsável nos últimos 10 anos pelo planejamento estratégico para desenvolvimento de mercado internacional e exportação das empresas associadas à SOFTEX. A empresa Suntech também irá apresentar o seu case de internacionalização. O consultor Ivan Boeing ministrará a palestra sobre internacionalização das empresas de TIC, programa de apoio e capacitação de empresas.

Com informações da assessoria de imprensa da ACATE

Autor: Rodrigo Lóssio

Jornalista formado pela UFSC, especialista em Propaganda e Marketing pela UNIVALI, com MBA em Gestão de Negócios, Mercados e Projetos Interativos pelo I-Group. É sócio-diretor da Dialetto e editor executivo do blog TI Santa Catarina.

Compartilhe esta postagem