Tecnologia catarinense para hotéis e pousadas

LinkedIn

Crédito: Giorgio Montersino/FlickrSanta Catarina é um estado referência quando falamos de turismo. Nesta semana, o turismo catarinense foi agraciado pela terceira vez como o melhor estado para se fazer turismo, segundo votação dos leitores da revista Viagem, da Editora Abril. Tantas belezas naturais e uma infraestrutura hoteleira e gastronômica a ampliar-se inspiram outros setores a desenvolver ferramentas para tornar Santa Catarina cada vez mais competitiva neste cenário. E a tecnologia – outra vocação catarinense – quer ajudar o turismo a cada vez mais se profissionalizar, apoiando-se em modernos sistemas de gestão e relacionamento.

É o caso da Vitalecom e o seu sistema de controle de reservas – o CR1. O catarinense Fernando Emmanoel Borba teve um insight de um sistema aplicado a hotéis muito longe das belas praias de Jurerê Internacional e Lagoinha do Leste, ou ainda da vista espetacular do mirante da Lagoa da Conceição em um dia ensolarado. Enquanto morava em Nova York, aproveitou para conhecer os Estados Unidos e durante a viagem sempre utilizava a internet para fazer pesquisas sobre disponibilidade e preços ao fazer reservas em hotéis.

Fernando Borba. Crédito: DivulgaçãoPercebeu que se fosse fazer o mesmo no Brasil, certamente teria que usar muito mais o telefone do que mouse e teclado para garantir suas reservas. Assim surgiu a ideia de desenvolver a partir de dezembro de 2008 um sistema totalmente web e em português que permitisse hotéis e pousadas a oferecer o serviço de reservar por meio da internet. Em julho de 2009, lançou o CR1 Controle de Reservas.

Modificar o modus operanti não é um luxo, mas sim uma necessidade. Acredito que reservar um quarto deve ser tão simples quanto a reserva de uma passagem área.

Fernando Emmanoel Borba, idealizador do CR1

Controle de ReservasO CR1 vai além da utilidade de se fazer reserva de quartos por meio da internet. O sistema permite controlar reservas e tarifas de quartos tanto online, pelo website do hotel, quanto offline – quando reservas virem por meio de agências, telefone ou pelo próprio balcão do estabelecimento. A ferramenta conta aí com um CRM para a gestão do relacionamento com o cliente, com informações gerais sobre os hóspedes, envio de newsletter, confirmação de e-mails, entre outros. O CR1 faz a reserva na internet e permite a integração com o website do hotel, inclusive oferecendo pagamento online e envio do voucher por e-mail.

Borba aposta na facilidade do sistema, no valor que ele entrega e no baixo custo para implementação para superar concorrentes e ganhar a confiança dos hoteleiros. O CR1 é comercializado totalmente na web e na modalidade de serviço, ou seja, o cliente paga uma mensalidade para utilizar o sistema e todas as suas funcionalidades, sem custos excessivos na aquisição de infraestrutura de TI. A atualização do sistema é feita diretamente pela web, imprimindo agilidade no oferecimento de novas soluções e na melhoria dos atuais recursos.

Adoção pelo mercado
Em apenas poucos meses, a empresa já conta com mais de vinte hotéis que adotaram o sistema. Os primeiros clientes já estão ajudando a empresa a melhorar o sistema, tornando-o cada vez mais aderente aos objetivos dos hoteleiros. Numa promoção com tempo limitado, os primeiros 100 clientes terão acesso gratuito ao sistema no plano básico. Aliás, a empresa inspirou-se em algumas praias da capital catarinense para nomear seus planos: Jurerê, o mais básico, custa R$ 49 mensais; Joaquina, R$ 79 e o Brava, também a R$ 79 mensais, mas que permite gerenciar diversos estabelecimentos com uma única conta, ao pagar R$ 500 na assinatura do contrato.

Esta primeira experiência já tem despertado o empresário a oferecer serviços agregados para seus clientes. A Vitalecom está prestando consultoria em otimização de mecanismos de busca, o SEO (Searh Engine Optimization), para os hotéis e pousadas que pretendem ocupar as primeiras posições nos resultados de busca do Google. É um serviço cada vez mais essencial, visto que a internet, na busca por opções para hospedagem, é ferramenta prioritária.

Os hoteleiros leitores do TI Santa Catarina podem conhecer e testar gratuitamente o sistema criando uma cona no plano Jurerê.

Autor: Rodrigo Lóssio

Jornalista formado pela UFSC, especialista em Propaganda e Marketing pela UNIVALI, com MBA em Gestão de Negócios, Mercados e Projetos Interativos pelo I-Group. É sócio-diretor da Dialetto e editor executivo do blog TI Santa Catarina.

Compartilhe esta postagem
  • http://www.arealocal.com.br Sandro Alencar Fernandes

    Parabéns Lóssio pelo texto e a Viralecom pela solução.
    Acredito muito nas soluções que possuem a simplicidade de uso como premissa de sucesso.

    Abraços

  • Dalton

    Parabéns Fernando!!!
    Sucesso!!!
    Um abraço

  • Priscila

    Excelente trabalho e reportagem!
    Parabéns!

  • http://xhelton.wordpress.com Helton Marinho

    Opa.
    Esta nova onda de serviços na Web vem a calhar. Nos EUA é um mercado muito lucrativo e fico muito feliz pela nossa região estar antenada no que há de “novo” no mercado.

    Abraços e parabéns ao empreendedor Fernando

  • Juliano

    Muito boa reportagem. Parabéns pela cobertura desse tipo de iniciativa local e para o Fernando, idealizador do site.
    abraços

  • Pingback: O Controle de Reservas CR1 é destaque na mídia de tecnologia! | Blog do CR1 - Controle de Reservas()