Preparem seus projetos: FINEP lança em agosto subvenção econômica

LinkedIn

O Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) acaba de autorizar o lançamento pela FINEP de editais no valor total de R$ 835 milhões. O anúncio foi feito no primeiro dia da 62ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), que ocorre em Natal (RN).

O principal deles é o novo edital nacional de subvenção econômica, tão conhecido e aproveitado pelos catarinenses, que vai destinar R$ 500 milhões para projetos de inovação desenvolvidos por empresas nas áreas estratégicas da Política de Desenvolvimento Produtivo e do Plano de Ação de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Também no decorrer do mês de agosto, serão lançados mais 10 editais voltados para ICTs no valor total de R$ 173 milhões. Algumas dessas chamadas terão a parceria de outros ministérios, instituições públicas e privadas, e fundações de amparo à pesquisa. Serão contempladas áreas como gestão de recursos hídricos, sistemas de produção agropecuária, construção naval e transporte aquaviário.

O restante dos recursos, também destinado a pesquisas em universidades, instituições de ciência e tecnologia e empresas, será disponibilizado em outros editais. Até o final do ano, estão previstas mais 18 chamadas públicas, no valor de R$ 739 milhões.

Este ano a FINEP já lançou 11 chamadas, que somaram R$ 381 milhões. Foram contemplados segmentos como tecnologias voltadas para a camada do pré-sal, fármacos, telessaúde e telemedicina e pesca e aquicultura.

Chamadas que serão lançadas ainda em agosto

  • Tecnologia e sustentabilidade da carcinocultura brasileira (Recarcina): 10 milhões
  • Circuitos integrados, dispositivos eletrônicos e optoeletrônicos e sistemas embarcados: 10 milhões
  • SIBRATEC- Estruturação de Redes de Serviços Tecnológicos: 20 milhões
  • Incubadoras de empresas de base tecnológica: 10 milhões
  • Apoio a Projeto de P&D nas OEPAS: 26 milhões
  • Infraestrutura Laboratorial para o Sistema Nacional de Avaliação Técnica (SINAT): 15 milhões
  • Saneamento e Habitação – Minha Casa & Minha vida: 40 milhões
  • Gestão de Recursos hídricos: 15 milhões
  • Sistemas de Produção Agropecuária: 12,5 milhões
  • Construção Naval e Transporte Aquaviário: 14,5 milhões

Com informações da assessoria de imprensa da FINEP

Autor: Rodrigo Lóssio

Jornalista formado pela UFSC, especialista em Propaganda e Marketing pela UNIVALI, com MBA em Gestão de Negócios, Mercados e Projetos Interativos pelo I-Group. É sócio-diretor da Dialetto e editor executivo do blog TI Santa Catarina.

Compartilhe esta postagem