Oi leva ofertas do Plano Nacional de Banda Larga a 81 municípios de SC

A Oi acabou de superar a marca de 2.000 municípios atendidos com o Oi Velox nos moldes do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), ao lançar as ofertas em mais de 113 cidades do país. Em Santa Catarina, além dos 80 municípios que já eram atendidos, a cidade de Ibicaré será contemplada a partir de outubro. Até o fim de 2014, todas as localidades-sede dos 4.800 municípios da área de atuação da Oi serão atendidas. O PNBL completou um ano, no final de setembro, com 42% dos municípios atendidos.

As ofertas seguem o que estabelece o Termo de Compromisso de adesão ao Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), firmado pela Oi junto ao Ministério das Comunicações e à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Por iniciativa do Governo Federal, o PNBL orientará o processo de popularização da internet no Brasil. O foco é a ampliação do acesso à banda larga no Brasil, promovendo a inclusão digital e reduzindo as desigualdades sociais e regionais no país.

Para tornar o PNBL mais conhecido nas centenas de cidades do interior, além de realizar divulgações em rádio e sistemas locais de som e instalar outdoors, a Oi envia cartazes e faixas para as prefeituras que concordam em recebê-los, para que os municípios também participem desse esforço nacional de inclusão digital.

O Oi Velox nos moldes do PNBL oferece velocidade de 1Mbps e custa R$ 35 reais por mês. Nos estados em que foi concedida isenção de ICMS para serviços de banda larga, a oferta é feita a R$ 29,90 mensais. Em ambos os casos, o cliente não precisa pagar pelo modem, cedido em regime de comodato. O cliente tem também a opção de escolher um provedor de acesso gratuito, conforme lista de empresas que atuam em parceria com a Oi, ou pagar por esse serviço, caso prefira um provedor que também seja parceiro da companhia mas cobre pelo serviço.

Conforme previsto no termo de adesão ao PNBL, o cliente pode optar também por uma oferta de serviços que inclua, além do Oi Velox nos moldes do PNBL, o Oi telefone fixo.

Autor: Rodrigo Lóssio

Jornalista formado pela UFSC, especialista em Propaganda e Marketing pela UNIVALI, com MBA em Gestão de Negócios, Mercados e Projetos Interativos pelo I-Group. É sócio-diretor da Dialetto e editor executivo do blog TI Santa Catarina.

Compartilhe esta postagem