Últimas Notícias

Rede de Investidores Anjo anuncia segundo aporte em SC
jul28

Rede de Investidores Anjo anuncia segundo aporte em SC

GeekHunter, que criou uma plataforma para auxiliar na contratação de profissionais de TI, recebe recursos após apresentar solução em fórum promovido pela rede   A startup GeekHunter, desenvolvedora de plataforma que auxilia empresas a contratar talentos na área de TI, é a segunda empresa a receber aporte de recursos por meio da Rede de Investidores Anjo (RIA) – Santa Catarina, iniciativa da Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (ACATE) em parceria com a Anjos do Brasil. Em março, a empresa participou do primeiro fórum da RIA apresentando seu modelo de negócio para os participantes da rede – após quatro meses, a empresa anuncia o primeiro round de aportes por meio de seis investidores anjo, tendo como investidor líder Eduardo Smith. Os recursos serão utilizados para acelerar o crescimento da empresa, com a busca de novos contratantes para a plataforma e a evolução do produto. A dificuldade para encontrar mão de obra especializada na área de tecnologia gera um um tempo médio de contratação de 48 dias, segundo a pesquisa Grant Thornton International. A plataforma da GeekHunter, que oferece às empresas currículos de profissionais de TI qualificados além de apresentar aos candidatos as melhores oportunidades de trabalho no mercado, reduz esse tempo para 20 dias, em média. “Por meio da plataforma, fazemos uma bateria de testes para filtrar apenas os melhores candidatos para cada perfil de função (programador Java, Phyon, PHP, iOS, Ruby etc.) e são aprovados apenas 5% dos candidatos. Isso reduz significativamente o ciclo de contratações, o custo do processo de recrutamento e todo o inconveniente e perdas por não ter os profissionais certos” Tomás Ferrari, CEO e fundador da GeekHunter. Com sede em Florianópolis, a startup começou a operar em julho de 2015, na incubadora Celta. Hoje já são mais de 10 mil candidatos cadastrados na plataforma, distribuídos em todo o Brasil, especialmente nas regiões Sudeste (62%) e Sul (20%). Mais de 230 empresas – entre elas Dafiti, Ambev, BlueTicket, Chaordic, BankFacil e GuiaBolso – utilizam a solução, que fazem cerca de 160 ofertas de emprego por mês. O serviço é gratuito para os candidatos e pago pelos contratantes, apenas em caso de sucesso na contratação. É uma startup madura, que já atingiu o breakeven mesmo com pouco tempo de mercado. Além disso, mostrou uma solução que de fato pode ajudar a resolver um problema sensível no mercado de tecnologia Marcelo Cazado, líder da Rede de Investidores Anjo (RIA) da ACATE/Anjos do...

Leia Mais
Emplacaí: startup para auxiliar motoristas 
jul27

Emplacaí: startup para auxiliar motoristas 

Solução criada em Blumenau reúne em um só lugar informações sobre licenciamento, vencimento do IPVA e notificação de multas Há pouco mais de um mês, Blumenau recebeu a primeira edição do Startup Weekend, que reuniu desenvolvedores, empreendedores e designers para criarem suas próprias startups. Foi durante aquele fim de semana que os desenvolvedores Elizandro Schramm, Renato Lorenzi e Ricardo Koball elaboraram o Emplacaí, uma solução para avisar aos proprietários de veículos sobre notificações de autuações, multas e licenciamento. O cadastro é grátis e o proprietário do veículo recebe todas as informações por e-mail, sem precisar pagar para ser avisado das multas, do IPVA e das novas legislações. Além disso, o sistema oferece um serviço de entrega do documento renovado em casa ou no trabalho. O cadastro pode ser feito no site www.emplacai.com.br. O Emplacaí surgiu com o objetivo de auxiliar quem já esqueceu a data de vencimento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) ou que ficou sabendo de uma multa apenas quando foi licenciar o carro, perdendo a chance de recorrer à infração ou até mesmo pagá-la com o desconto do Departamento de Trânsito (Detran). Para evitar essas situações, reunimos em um só lugar todas as informações sobre a documentação do veículo, apresentando de forma simplificada seus débitos. Elizandro Schramm, desenvolvedor e co-fundador do Emplacaí   Por enquanto, a solução atende apenas a usuários com carros emplacados em Santa Catarina, mas Schramm tem planos de expansão para todo o país, oferecendo novas funcionalidades, como aviso sobre o vencimento da CNH, informações sobre o seguro automotivo e até manutenções periódicas. Um dos próximos passos é o lançamento do aplicativo para Android e...

Leia Mais
Ketan Makwana: “Não há ideias ruins, mas ideias mal executadas”
jul25

Ketan Makwana: “Não há ideias ruins, mas ideias mal executadas”

O empreendedor inglês Ketan Makwana é uma referência global para quem quer, como ele, começar um projeto inovador do zero, escalar e se consolidar no mercado. Na última sexta-feira (22), Ketan apresentou no auditório do Centro de Inovação ACATE (CIA) – Primavera, um workshop para inspirar outros empreendedores a não desistir de suas ideias, desde que, claro, elas sejam validadas pelo mercado consumidor: “esse negócio de ideia ruim não existe, elas só precisam ser desenvolvidas e validadas. O problema é quando a execução é ruim”, resumiu. A palestra foi uma promoção da Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (ACATE), Clear Inovação e Rede Catarinense de Inovação (Recepeti). Ketan resumiu quatro pontos-chave para estimular o processo de inovação e disrupção: a ideia, o valor que ela gera, a validação dessa ideia e a atitude para empreender e colocá-la em prática. Durante o workshop, ele recomendou aos empreendedores que façam entrevistas com possíveis clientes para entender se a ideia gera uma percepção de valor e se há demanda no mercado. “Em geral, metade dos clientes não entende o valor das marcas. Sempre pede descontos ou prefere só usar a versão gratuita. Apenas 3% dos clientes entendem de fato o valor de seu produto. Precisamos servir este perfil de cliente: perguntar a ele o que está faltando, como podemos melhorar nosso produto” Ketan Makwana, CEO da Enterprise Lab A trajetória profissional de Ketan impressiona: sem formação acadêmica (ele desistiu da faculdade de Design quando viu que um professor não tinha experiência prática na área), rodou por subempregos até trabalhar com TI, antes do estouro da bolha da internet, foi para uma grande empresa de tecnologia para saúde mas acabou demitido quando a crise econômica bateu forte, em 2009. Foi quando ele apresentou uma ideia ao chefe que tinha acabado de dispensá-lo: “vocês estão cortando pessoal por conta da crise. Daqui a alguns anos, a crise vai passar e a empresa precisará encontrar talentos. Eu posso selecionar esses talentos e contratá-los para vocês”. Este foi o embrião da Enterprise Lab, criada com a missão de preencher a lacuna entre a educação e as empresas que buscam talentos, fornecendo habilidades de vida necessárias em diferentes indústrias. A empresa já ajudou cerca de 500 mil jovens mundo afora a encontrar um rumo para a carreira profissional. ...

Leia Mais
Semana repleta de eventos de empreendedorismo em Florianópolis
jul18

Semana repleta de eventos de empreendedorismo em Florianópolis

Capital, considerada uma das melhores para iniciar um negócio no país, recebe uma série de eventos para estimular novos negócios nos próximos dias Empreendedores e interessados em abrir seu próprio negócio têm uma agenda lotada nesta semana em Florianópolis – cidade que foi eleita em 2015 pela ONG Endeavor como a segunda melhor do país para empreender. Diversos eventos, de grande a pequeno porte, acontecem na Capital nos próximos dias com o objetivo de estimular iniciativas de novos negócios e inspirar quem ainda não empreendeu. O principal deles é a Conferência Mundial de Empresa Juniores (Junior Enterprise World Conference – JEWC), organizada pela Federação das Empresas Juniores de Santa Catarina (FEJESC), que começa na quarta-feira (20) e vai até domingo (24), no Centro de Eventos Luiz Henrique da Silveira, no Sapiens Parque, em Canasvieiras. Com a temática “Lead the co-era” (liderança na era da co-criação e colaboração), a Conferência apresentará palestras de personalidades como Ketan Makwana, empreendedor e conselheiro no MIT Global Start Up, Entreprenurial Africa, Entreprise Connect e Rockstar Mentoring Group; Monja Coen, ex-jornalista que deu uma guinada em sua vida e se tornou um referência em equilíbrio emocional e  Marcelo Sales, criador da Movile, líder no mercado latino americano de software para celulares, e da aceleradora 21212. O evento terá a participação de 4 mil congressistas, 500 deles internacionais, vindos de outros 20 países. A Endeavor, que destacou o grande potencial de inovação e capital humano de Florianópolis no estudo Índice de Cidades Empreendedoras 2015, terá um encontro paralelo durante o JEWC. Na quinta-feira (21), a partir das 13h, três empreendedores – Darino Tenório (Uatt), Alessio Alionço (Pipefy) e Eduardo Ferreira Lima (Avantia) – farão pitches apresentando seus modelos de negócios. Em seguida, eles se juntam a Juliano Seabra, diretor-geral da Endeavor no país, para o painel “Sonho Grande: Qual é o seu?”. Ainda na quinta-feira (21), o PMI-SC, entidade que representa os gerentes de projeto em Santa Catarina, lança em Florianópolis às 19h30, o projeto Conecta Negócios, evento que une empresas que buscam inovação e novas parcerias e profissionais e startups que querem apresentam seus produtos e serviços. Quem participar pode fazer um pitch de apresentação de seus serviços e produtos às empresas presentes durante a rodada de negócios. Na sexta-feira (22), um dos convidados do JEWC, o inglês Ketan Makwana fará um workshop no Centro de Inovação ACATE Primavera, a partir das 17h30, onde ensina às empresas como escalar negócios. No encontro, ele destaca o que significa ser diferente, por que é preciso ser grande, o que é necessário para ter um projeto escalável e o comportamento para o sucesso. A organização é da Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (ACATE), Clear Inovação e Rede Catarinense de Inovação...

Leia Mais
ACATE e ABStartups firmam parceria para fortalecer inovação em SC
jul14

ACATE e ABStartups firmam parceria para fortalecer inovação em SC

A Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (ACATE) e a Associação Brasileira de Startups (ABStartups) formalizaram nesta quinta-feira, 14 de julho, uma parceria para fortalecer o apoio às empresas nascentes inovadoras no estado. A partir de agora, o ingresso das startups catarinenses na ABStartups será feito via associação à ACATE. Para o presidente da ACATE, Daniel Leipnitz, a ideia da parceria com a ABStartups é somar forças para tornar o ecossistema de startups ainda mais forte em Santa Catarina. Um dos principais compromissos da entidade catarinense com a nacional é recrutar participantes para a Conferência Anual de Startups e Empreendedorismo (CASE 2016), que ocorre no mês de novembro em São Paulo. O acordo foi firmado durante o Café com Associados, evento que reuniu cerca de 70 pessoas no auditório do Centro de Inovação ACATE (CIA) – Primavera, em Florianópolis, e contou com palestras com os empreendedores Rodrigo Stoqui (Moip), Gustavo Mota (We Do Logos) e Bruno Pinheiro (PiaR Comunicação), fizeram parte da programação. Também foi realizado um painel sobre o tema com participação de Mota, Elton Miranda (Contentools) e Maísa Mattedi (Chaordic). As startups catarinenses que tiverem interesse em integrar a ACATE e a ABStartups podem contar com incentivos como isenção de mensalidade por dois anos, capacitações, linhas de financiamento, entre outros. Esses benefícios são ofertados pelo programa ACATE Startups, liderado por Elton Miranda, co-fundador da Contentools, empresa pioneira em marketing de conteúdo no Brasil. Mais informações neste...

Leia Mais